Jandaia do Sul: Vale da Ciência da UFPR utiliza projeto distrital do Rotary

Postado em: 19 de Novembro de 2018

Dois anos depois, o Projeto de Subsídio Distrital para o Laboratório de Ciências Itinerante da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Campus Jandaia do Sul, continua trazendo benefícios para a comunidade acadêmica.

O projeto de R$ 5 mil viabilizou a compra de kits didáticos para os Cursos de Licenciatura em Ciências Exatas (Física, Química e Matemática) e Licenciatura em Computação, para a Universidade Federal do Paraná desenvolver atividades de ensino, pesquisa e extensão tanto em Jandaia do Sul como na região do Vale do Ivaí.

Os kits consistem em planetários, sólidos geométricos, geolig, ábaco, soroban, kits de réguas, kit geométrico, kit molecular, entre outros. Dos dias 15 a 17 de outubro, estes materiais foram utilizados no III Vale da Ciência, evento de educação e popularização da Ciência e Tecnologia coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e que recebeu mais de mil alunos da educação básica do ensino público, de 14 escolas de seis cidades: Marumbi, Marilândia, Cambira, Arapongas, Mandaguari e Jandaia do Sul.

Dentre as várias atividades do evento, as Visitas Guiadas ao Laboratório de Prática Pedagógica e a Linha do Tempo da Ciência utilizaram os kits.  Segundo a professora Bárbara Cândido Braz, os materiais também têm sido usados pelos professores do campus nas suas atividades didáticas.

Projeto Sustentável – Este projeto distrital impactou só no ano passado mais de 950 estudantes da rede pública de educação básica que receberam o Laboratório de Ciências Itinerante graças ao apoio do Rotary Club de Jandaia do Sul, que também ajudou a fundar o Rotaract Universitário, composto em sua maioria por estudantes da UFPR.  

“Esses materiais têm contribuído não apenas para a Extensão Universitária e para a melhoria do ensino nas escolas do entorno, mas passaram a compor o acervo do novo Laboratório de Prática Pedagógica da instituição. Estão instigando pesquisas sobre o ensino e dinamizando as aulas de docentes da própria universidade”, afirma o professor Marcelo Valério, responsável pelo projeto junto ao Rotary com o professor Eduardo Meurer, que é associado do Rotary Club de Jandaia do Sul.   

Nota máxima no Enade – Exame Nacional de Desempenho de Estudantes – Desde 2014 em Jandaia do Sul, a UFPR forma educadores e professores nas áreas de Ciências Exatas (Química Física e Matemática) e Computação. Este último, por exemplo, recebeu em outubro a nota 5 no Enade, conceito máximo em uma escala de 1 a 5.

Trata-se da primeira turma do Curso de Licenciatura em Computação. O conceito Enade é um índice de desempenho calculado a partir de uma prova em que os estudantes concluintes são avaliados, visando mensurar sua formação em relação ao conteúdo abordado no curso e às competências e habilidades desenvolvidas no mesmo.

Vale ressaltar que 59 cursos enquadrados com Licenciatura em Ciência da Computação foram avaliados no país, sendo que apenas 10 cursos conseguiram atingir a nota máxima, sendo um deles o da UPFR de Jandaia do Sul, que conta com o apoio do Rotary Club local em vários outros projetos.

O campus da UFPR em Jandaia do Sul também oferece os cursos de Engenharia Agrícola, Engenharia de Alimentos e Engenharia de Produção.

Por Larissa Nakao

Comunicação Corporativa

Localizar site dos clubes