“Pedalando” marca as comemorações pelo Dia Mundial de Combate à Pólio

Postado em: 24 de Outubro de 2018

Vários Rotary Clubs realizaram em 21 de outubro o Pedalando contra a Pólio, que teve como objetivo aumentar a conscientização sobre a importância da vacinação e os recursos para o esforço da erradicação global da poliomielite.

Desde 1988, houve uma redução considerável dos casos, que chegou a 99,9%. Neste ano, existem 3 países onde a doença resiste endemicamente: Afeganistão (16 casos), Paquistão (4 casos) e na Nigéria faltam poucos meses para se completar os 3 anos desde a última ocorrência, prazo necessário para que o país seja certificado como livre da pólio.

Brasil – Não existe casos da doença desde 1989 no Brasil, porém, há uma preocupação muito grande com o seu retorno, pois o sarampo por exemplo, voltou a ocorrer no país. Some-se a isso, que como há muitos anos não temos casos de pólio, os pais acabam entendendo, equivocadamente, que não há mais necessidade de vacinar.

Em Maringá, as atividades se concentraram no Parque do Ingá, de onde iniciou o trajeto da Pedalada. Teve algodão doce, pipoca, ginástica laboral, pinturas e atividades para as crianças. “Foi um sucesso a participação de todos os clubes de Rotary, mais o Rotaract e o Interact. A animação ficou por conta do Grupo Sempre Tem e da Flavia Parras, que é do Rotaract Maringá Interação e que cantou um rock acústico”, comenta Nelson Matsuda, presidente do Rotary Club de Maringá Kakogawa. Michel Henrique Oliveira, presidente do Rotary Club Maringá Novo Centro, destacou a participação das famílias no evento. “Tinham pais, mães, filhos, avós, crianças. Levar à comunidade a necessidade da vacinação, de olhar para esta causa, transmitir esse recado foi fundamental! Nossa intenção é levar cada vez mais um público maior. Houve uma sinergia na divulgação do evento, com grandes parceiros, nas mídias sociais e o sorteio de brindes foi um atrativo a parte”.

Campo Mourão também realizou o evento com a união de todos os clubes da cidade. A concentração foi na Estação da Luz e após o passeio, várias bicicletas foram sorteadas, segundo o companheiro Adriano Lima de Souza, Imagem Pública do Rotary Club de Campo Mourão Araucária. O Rotary Club de Sarandi Renascer preparou maçãs do amor para retribuir àqueles que doaram ao Programa Pólio Plus. Segundo o presidente Oseias Francisco Pereira, no sábado, os associados participaram do Programa Justiça no Bairro, uma parceria da Prefeitura de Sarandi, Sesc e o Tribunal de Justiça do Paraná. “No sábado arrecadamos para o Pólio Plus e em troca as pessoas que doaram tinham que retirar as maçãs no Pedalando”.

“Tivemos uma parceria com o Sicred, nossa Empresa Cidadã, que também abordou o tema Outubro Rosa. Com o apoio das Secretarias Municipais de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo, Secretaria Municipal de Saúde e um grupo de ciclistas da cidade, fizemos dois circuitos, um no perímetro urbano com percurso de 1,5km para as crianças. Outro para os atletas mais experientes, com 8,5 km de extensão, sendo que neste, parte do percurso foi na área rural. Tivemos ainda sorteio de brindes aos participantes”, explica o presidente do Rotary Club de Barbosa Ferraz Celeiro do Paraná, Itarcides Rocha de Sousa.

Por Larissa Nakao

Comunicação Corporativa

Localizar site dos clubes